Início » A lenda hindu do dilúvio de Manu e o relato bíblico de Noé

A lenda hindu do dilúvio de Manu e o relato bíblico de Noé

A surpreendente semelhança entre a lenda hindu do dilúvio de Manu e o relato bíblico de Noé

Em 1872, um assirologista apaixonado, George Smith, fez uma descoberta surpreendente. Enquanto estudava uma tablete especial da antiga cidade mesopotâmica de Nínive, ele encontrou uma história antiga que seria familiar para muitos. Quando Smith conseguiu decifrar o texto, percebeu que a tábua continha a narração de um antigo mito da Mesopotâmia paralelo à história bíblica da Arca de Noé, explicada no livro do Gênesis do Antigo Testamento.

Hoje, sabemos que os mitos sobre grandes inundações são encontrados não apenas nas sociedades do Oriente Médio, mas também em muitas outras civilizações antigas ao redor do mundo. Ou, para citar apenas alguns, podemos descobrir histórias sobre uma grande inundação nas antigas tábuas sumérias, no Deucalião da mitologia grega, na ciência dos K’iche ‘e dos povos maias da Mesoamérica, no mito de Gun-Yu da China. , nas histórias da tribo Lac Courte Oreilles Ojibwa da América do Norte e nas histórias dos Muiscas. Um desses textos – um dos mais antigos e mais interessantes – vem da mitologia hindu e, embora haja discrepâncias, a quantidade de semelhanças que compartilha com a história de Noé e sua Arca permanece fascinante.

The-Deluge.jpg

“The Flood”, de Francis Danby, 1840. ( Wikimedia Commons )

A inundação hindu universal é encontrada em várias fontes diferentes. O relato mais antigo foi escrito no védico Satapatha Brahmana, enquanto histórias posteriores podem ser encontradas nos Puranas, incluindo o Bhagavata Purana e o Matsya Purana, bem como o Mahabharata. De qualquer forma, todas essas histórias concordam que o personagem principal da história da enchente é um homem chamado Manu Vaivasvata. Como Noah, Manu também é descrito como uma pessoa virtuosa. Satapatha Brahmana, por exemplo, diz sobre Manu:

“Vivia nos tempos antigos um homem santo / Chamado Manu, que, por penitências e orações, havia conquistado o favor do senhor dos céus.”

Dizem que Manu teve três filhos antes do dilúvio: Charma, Sharma e Yapeti. Por sua parte, Noé também teve três filhos: Cam, Sem e Jafé.

Noah-and-his-Ark.jpg

Noé e Manu são descritos como homens virtuosos. “Noé e sua arca”, de Charles Wilson Peale, 1819 ( Wikimedia Commons )

No livro de Gênesis, a causa da destruição da humanidade é descrita da seguinte forma:

“E Jeová viu que a maldade dos homens era grande na terra, e que todo desígnio dos pensamentos de seus corações era continuamente apenas mau. / E Jeová se arrependeu de ter feito homem na terra, e isso o machucou. no seu coração. / E o Senhor disse: Destruirei o homem que criei da face da terra; tanto o homem como a besta, e até o réptil e os pássaros do céu; porque lamento tê-lo feito. “

Augsburger-Wunderzeichenbuch-genesis.jpg

 Gênesis (Gênesis 7, 11-14), 1552. ( Wikimedia Commons )

Na história de Manu, no entanto, a destruição do mundo é tratada como parte da ordem natural das coisas, e não como um castigo divino. Como dito no Matsya Purana:

“Manu foi aos pés do Monte Malaya e começou a fazer tapasya (meditação). Milhares e milhares de anos se passaram. Esses eram os poderes da meditação de Manu que Brahma apareceu diante dele. Estou muito feliz com suas orações” , disse Brahma. Peça uma bênção [um favor].

Só tenho uma bênção para pedir , respondeu Manu. Mais cedo ou mais tarde haverá destruição (pralaya) e o mundo não existirá mais. Por favor, me dê a bênção que será o que salvará o mundo e seu início no momento da destruição . Brahma concedeu facilmente essa bênção. “

No dilúvio universal no Antigo Testamento, Deus salva Noé, instruindo-o a construir uma arca. Na versão hindu da história, é também através da intervenção divina, na forma do deus Vishnu, que a humanidade consegue escapar da destruição total. Nesta história, Deus parece que Manu se transformou em um peixe pequeno enquanto ele realizava suas abluções em um lago. Manu manteve o peixinho com ele, que cresceu tão rapidamente que seu corpo ocupou o oceano inteiro em questão de dias. Foi então que Vishnu revelou sua identidade a Manu, contou-lhe sobre a destruição iminente e o lde para salvar a humanidade. Há também um grande navio envolvido nessa história. Vishnu instruiu Manu a construí-lo e preenchê-lo com animais e sementes para repovoar a terra:

Oh homem de bom coração, você é cuidadoso em seu coração, ouça agora. Em breve o mundo será submerso por uma grande inundação, e tudo irá perecer. Você deve construir uma grande arca e também deve levar consigo os Sete Sábios, que existem desde o início dos tempos e as sementes de todas as coisas, bem como algumas espécies de cada animal. Quando estiver pronto, virei como um peixe com chifres na cabeça. Não esqueça minhas palavras, sem mim você não pode escapar do dilúvio.

Quando chegou a hora, Manu amarrou o navio às pontas do peixe para que pudesse ser rebocado por ele. Curiosamente, essa não seria a única vez que Vishnu salvaria a humanidade da destruição, pois reapareceria como avatares diferentes ao longo do tempo para preservar a vida na Terra.

Encarnação-de-Vishnu-como-um-Peixe.jpg

Encarnação de Vishnu como um peixe, pertencente a um texto devocional. ( Wikimedia Commons )

Após o dilúvio, a Arca de Noé atracou no Monte Ararat. Da mesma forma, o navio de Manu foi descrito sobre uma cordilheira (as montanhas malaias neste caso) quando as águas haviam se retirado. Noé e Manu repovoaram a terra e todos os seres humanos desceriam dos sobreviventes para essas inundações.

Noah-ark-on-Mount-Ararat.jpg

‘Arca de Noé no Monte Ararat’, de Simon de Myle, 1570 DC. ( Wikimedia Commons )

Imagem em destaque: Matsya protege Svayambhuva Manu e os sete Reis Magos na época do dilúvio ( Wikimedia Commons )

Referências

International Gita Society, 2015. Todos os 18 principais Puranas. [Online]
http://www.gita-society.com/scriptures/ALL18MAJORPURANAS.IGS.pdf

A Bíblia: Versão King James Standard, 2015. [Online]
http://www.kingjamesbibleonline.org/

Wilkins, WJ, 1900. Mitologia Hindu, Védica e Purânica. [Online]
http://www.sacred-texts.com/hin/hmvp/hmvp19.htm

www.bbc.co.uk , 2015. Uma História do Mundo em 100 Objetos, Episódio 16: Flood Tablet. [Online]
aqui .

www.mysteryofindia.com , 2014. Semelhanças entre a Arca de Noé e o Barco de Manu. [Online]
http://www.mysteryofindia.com/2014/12/similarities-noahs-ark-manus-boat.html

www.mythencyclopedia.com , 2015. Inundações. [Online]
http://www.mythencyclopedia.com/Fi-Go/Floods.html

Por   Ḏḥwty

Tradução: Moreno Montañaroja

Este artigo foi publicado originalmente em www.ancient-origins.net e foi traduzido com permissão.