Início » Locais importantes relacionados ao Caminho Evolutivo da civilização Ária

Locais importantes relacionados ao Caminho Evolutivo da civilização Ária

Locais importantes relacionados ao Caminho Evolutivo da civilização Ária de acordo com fontes da Sabedoria Perene

Os Locais expostos abaixo, referem-se àqueles onde os seres de mais alta hierarquia da face na Terra e ‘araltos’ da civilização ariana/ária mantiveram (e alguns, mantém…) fraternidades que trabalham com o objetivo de promover o avanço e despertar espiritual (realização de propósitos do ciclo e despertar da consciência necessária a realização deste propósito) na face da Terra.

Conforme os fontes da Sabedoria e Tradições Iniciáticas, a civilização Ária/ Ariana iniciou-se nos fins das últimas sub-civilizações da grande civilização Atlante (há muitos milhares de anos), porém começou seu maior domínio há 12000 anos.

Os grandes mestres e todo seu séquito mantinham, nestes locais, ‘escolas’ de saberes, que ficavam, muitas vezes, ocultas da maior parte dos habitantes daquelas ‘comunidades’ próximas, porém recebiam discípulos de diversas partes mesmo muito distantes dali. Tais discípulos eram pessoas que, em determinado momento da vida, percebiam uma espécie de ‘chamado’ para um ‘despertar’ maior e/ou ainda para um propósito que poderia ser, ajudar a disseminar aqueles saberes.

Alguns destes discípulos, de acordo com sua missão e o alcance dela, foram mestres conhecidos, outros muitos ficaram ocultos …

Apesar de outros locais serem

Locais Sagrados na história da evolução da consciência na Terra, no ciclo Ariano:

Atenção: Os locais abaixo correspondem um ponto específico ou uma área, porém toda a região ao redor destes correspondem aos ‘Locais Sagrados …’.

(Ver cada um, abaixo da lista)

Locais Sagrados (Ária) das fraternidades tradicionais do ‘Oriente’:

  • Lago Baikal – Sibéria Russia
  • Deserto de Gobi – Sul da Mongólia
  • Altai – Sibéria Russia
  • Leh- Ladak – Tibet
  • Ur – Suméria (atual sul do Iraque)
  • Norte da Etiópia –
  • Caio / Karnac – Egito
  • Éfeso -Turquia (região da antiga Caria até o Líbano – antiga Fenícia)

Locais Sagrados (Ária) das fraternidades mais tardias, do ‘Ocidente’:

  • Marselha ( e boa parte do sul da frança)
  • (” locais ‘secundários’ na região da Bretanha e arredores e também em Sintra – Portugal

Lago Baikal – Sibéria, Rússia


Lago Baikal, tesouro siberiano

O Lago Baikal, que em russo significa “Lago Rico”, está na parte sul da Sibéria, Rússia, uma vasta região ao norte da Ásia. O Baikal é muitas vezes referido como “O Olho Azul da Sibéria” e é o lago mais profundo do mundo, com até 1.642m de profundidade máxima e 744m de profundidade média. É o sexto em tamanho, com uma área de superfície de 31.722 km². O Lago Baikal é considerado o lago de água potável mais volumoso do mundo. Cerca de 20% da água doce do planeta está ali. Chega a ter 636 quilômetros de comprimento e 79 quilômetros de largura.

O lago Baikal é um dos lagos mais importantes do mundo, e um dos símbolos naturais da Rússia e é reconhecido como Patrimônio Mundial pela UNESCO desde 1996.


O passado

Ainda não está estabelecida a origem exata do nome do lago, sabe-se que foi formado há 25/30 milhões de anos, portanto, um dos lagos mais antigos do mundo. Cada povo que o habitou em suas margens no passado distante, deu-lhe um nome diferente. Os chineses o chamam como “Beihai” (o Mar do Norte), os mongóis – “Tengis”, os buryat-mongóis –“Baygaal-Lama” (um grande lago). O povo Evenki o chamou como “Lamu” (mar), e este nome foi usado pelos primeiros exploradores russos da Sibéria. Já no século XVII os russos começaram a usar o nome “Baygaal” (como buryat-mongóis), mas a pronúncia era um pouco outra – Baikal.


Potência

A Potência do Lago Baikal: a quantidade total de água doce do Lago Baikal ascende a 23.000 km cúbicos, ou um quinto do volume total de água doce da Terra e o único reservatório aberto para o engarrafamento de água potável. A água é limpa e tão transparente que se podem ver pequenos objetos a 40/50m de profundidade.


Curiosidades

  • Nesse lago há um imenso depósito de barcos submersos, regiões conhecidas como o “Cemitério de Barcos” – grande parte dos navios enferrujados são rebocadores antes usados no transporte de terra, madeira, combustível e demais materiais de construção da linha férrea de Baikal-Amur. A água precipitada no interior do Lago Baikal gerou uma nova baía, que logo foi batizada de “Baía Proval”. Técnicos em sismologia detectam que o solo submerso do lago mantém um movimento constante de deslizamento, movimento responsável pela abertura de um abismo que, em alguns milhões de anos, aprofundaria uma fenda que repartiria a Ásia em duas porções e uniria o lago ao Oceano Ártico.
  • Todos os anos o Lago Baikal se congela desde finais de janeiro, permanecendo congelado quatro ou cinco meses. Excepcionalmente durante os invernos frios o gelo pode vir a ter uma espessura de 1,2 metros e às suas margens podem-se ver cavernas de gelo.

Arredores

O lago é completamente cercado pelas Montanhas Baikal localizadas no litoral norte do lago, a maior parte ocupada pela taiga¹ e é alimentado por 330 rios, quais principais afluentes são o rio Selenga, o rio Barguzin e o rio Angara Superior. Apenas o rio Angara nasce do Baikal e tem 1.779km de extensão. O Monte Chersky é o ponto mais alto da região, com 2.572m de altura. O lago contém 27 ilhas; a maior delas é Olkhon, a quarta maior ilha fluvial do mundo.

Fauna

Possuidor de um dos ecossistemas mais ricos do planeta é o lar de mais de 1.200 espécies de animais e 1.000 espécies de plantas, sendo que mais de 60% destas são endêmicas e encontradas somente ali.

Os Epischura baikalensis são uma espécie de crustáceos que representam a grande maioria dos animais invertebrados ali. Mas vivem lá também nerpas, ou focas de baikal, uma das menores espécies de focas do mundo, e omuls , provavelmente a espécie de peixe mais importante para o comércio local, da mesma família da truta e do salmão. A mais popular forma vertebrada de vida na região do lago são os peixes do gênero Comephorus, que possuem até 20 cm de tamanho e são facilmente identificados por terem um corpo translúcido, isto é, os órgãos internos podem ser vistos tanto de um lado quanto de outro.

O esturjão é o famoso peixe cujas ovas são a matéria-prima necessária para a produção do caviar, uma iguaria gastronômica, e o maior é o Esturião Acipensersturio que cresce até 1,8 metros de comprimento e pesa mais de 100 quilos e à causa deste mesmo prodigioso caviar, este esturjão está quase erradicado das águas do Baikal.

A foca Nerpa ou do Baikal ( Phoca sibirica ), que é única do Lago Baikal, sobrevive no inverno fazendo buracos de ar no gelo, que mantém abertos para saciar a fome desde o seu interior. No verão a foca vive entre os riscos rochosos do extremo noroeste do Lago Baikal.

A foca do Baikal, como o salmon omul, é desconhecida em outros lugares. Seu parente mais próximo, a foca ártica, vive a 3.200 quilômetros de distância, no Oceano Ártico.

Equivalências

As águas do Lago Baikal enchem uma profunda e estreita fissura da crosta terrestre. Comparado com os Grandes Lagos da América do Norte, o Lago Baikal possui dois quintos da área da superfície do Superior e meio de Huron. Por contraste, o Lago Baikal, é quatro vezes mais profundo que o Superior, e sete vezes mais que o Huron e 25 vezes mais profundo que o Erie. O volume do Lago Baikal é maior que os volumes de água somados dos cincos grandes lagos.

A “Pérola da Sibéria” é de grande importância para toda a gigantesca Rússia.

Ilha de Olkhon

É uma ilha da Rússia, no Lago Baikal. É a quarta maior ilha em lagos do mundo e a maior no Baikal, no sudeste da Sibéria, e tem uma área de 730 km². É habitada, sobretudo, por pescadores e agricultores. Começou a se formar recentemente uma indústria turística onde se apreciam as paisagens calmas da taiga e estepe siberiana e a tranquilidade do Baikal. Os Buryats indígenas acreditam que a ilha é um local espiritual, habitado por espíritos nas rochas. Olkhon é um dos centros sagrados para o xamanismo² e considerada o centro da cultura Kurumchinskay dos séculos VI-X.

Bem Longe da civilização ocidental, o Lago Baikal está localizado nas terras míticas da Sibéria e a ilha de Olkhon, às suas margens. Dista 200 Km de Irkutsk, em Masruska ( carrinho ) em 7 horas, ou de balsa em dez minutos.

Nesta cidade pode-se alugar bicicleta para turnês e tendas. A água do Lago pode ser bebiba.

Na aldeia há um albergue grande para turistas ou viajantes. Pode-se fazer couchsurfing³ e há apenas uma pessoa que faz o couchsurfing na ilha, é um sacerdote ortodoxo.

A poluição de Olkhon

A maior ilha do Baikal, Olkhon, possui uma indústria de pesca que se torna muito abundante nos períodos de chuva. Além destas existem também algumas indústrias pesadas que depositam seus resíduos no lago, causando um impacto ambiental sem precedentes. A maior culpada de poluir o lago é uma fábrica de celulose. Um grupo ambiental local reclama que o tratamento de resíduos no lago é insuficiente. Como o turismo se desenvolve em sua forma casual, há uma pressão para uma nova legislação que venha regular a indústria local.


Irkutsk

Irkutsk, a capital do óblast4 de Irkutsk, é um dos lugares mais importantes da Sibéria.

A cidade propriamente dita fica junto ao rio Angara.

Trata-se duma cidade siberiana, que possui um clima subártico, caracterizado por grandes variações de temperatura entre as estações do ano. As temperaturas podem ser bastante elevadas no verão e muito baixas no mesmo verão.

O jornal “The Economist” afirmou em 2007 que a economia desta cidade é uma das mais estáveis da Rússia. Esta se assenta na indústria da madeira, do alumínio e dos minerais. Entre as indústrias menos significativas citam-se o chá, a agricultura e o turismo. Irkutsk possui importantes estradas e caminhos de ferro como a autoestrada Trans-Siberiana que liga a cidade a outras regiões da Rússia e Mongólia. Além disso, a cidade é servida pelo aeroporto internacional de Irkutsk. A estrada federal para Vladivostok passa pelos subúrbios de Irkutsk.

¹Taiga: a taiga é o bioma típico de regiões de clima continental frio, estando presente nas porções norte da América do Norte, da Europa e da Ásia. Sua cobertura vegetal está sendo reduzida em virtude da exploração da madeira para a produção de papel.

²O xamanismo é um termo genericamente usado em referência a práticas etnomédicas, mágicas, religiosas (animista, primitiva) e filosóficas (metafísica), envolvendo cura, transe, supostas metamorfoses e contato direto entre corpos e espíritos de outros xamãs, de seres míticos, de animais, dos mortos, etc.

³Couch Surfing (surfando no sofá, em português) é um projeto que tem como ideia principal reunir pessoas que estejam dispostas a receber turistas em casa e viajar da mesma maneira, sem custos de hospedagem.

4 Um oblast é uma subdivisão administrativa e territorial em alguns países eslavos e ex repúblicas soviéticas: Bielorrússia, Bulgária, Cazaquistão, Quirguistão, Rússia, Tajiquistão, Uzbequistão e Ucrânia.

Fotos

Flora e Fauna

Lago-Baikal-2
flora
Costumes

Flora_Iris Sibirica
Iris Sibirica

Fauna_Scutellaria-minor-01

As Nerpas ainda habitam o lago_ mas estão ameaçadas
As nerpas ainda habitam o lago, mas estão ameaçadas

morsa_3

Morsa

inesperado colorido no fundo do lago  Inesperado colorido no fundo do lago

esturjão do Baikal
Esturjão do Baikal

foca_2
Foca

Gammárido gigante del Lago Baikal

Gamarídeo  gigante do Lago Baikal

Localização

mapa_baikal_1b
map

O lago

lago-baikal[4]
baikal orient express

baikal Listvyanka[4]

Os arredores do Baikal

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
lago-baikal-russia
El-lago-Baikal.-Fuente-fearandlaugh.com_
baikal 11

baikal beach  Praia do Baikal

baikal 1

baikal_lake_russia1

Pedra Shaman

Um dos 330 rios que formam o Baikal

Um dos 330 rios que formam o Baikal

Ritual religiosos locais

Rituais religiosos locais

415735234_a64cf76058[4]
baikal_3b
03GRD
3864427220_f10ee4bfd5 DSC03083

Irkutsk

4751245

museu

Church

Monument to emperor Alexander III 6387077
4909320 6229887

Ilha de Olkhon (no Baikal)

dscf5098
dscf5066
dscf5127
dscf5106
Ilha Olkhon
dscf5103
dscf5064

O inverno

4732476

circulos de gelo que aparecem no lago

Círculos de gelo que aparecem no lago

No inverno

Até os blocos de gelo são azuis

Até os blocos de gelo são azuis

9034921

Caverna de gelo às margens do Baikal durante o inverno

17451233 (1)[4]

Fontes: Wikipédia/pt.shvoong.com/maisturismo.net/russobras.com/nature.baikal.ru/seboeacervo/waltersupertramp.g-sat.net/lagos-e-lagoas/As Mil Maravilhas do Mundo/underflash.com/cienciaviva.pt/projectos/scuba.lu