Início » Chá para o Parto – Chá Mexicano

Chá para o Parto – Chá Mexicano

Chá Mexicano – Chá para o Parto 

A maioria das ervas estimulantes do útero que deveriam ser evitadas durante a gestação são liberadas durante o parto. Algumas podem inclusive estimular o início do trabalho de parto e ajudá-lo a se desenvolver. É o caso das ervas usadas no famoso chá da parteira mexicana Naolí Vinaver. Esse chá é popularmente conhecido em algumas regiões do Brasil como “Chá Mexicano”.

Para fazer, antes  se assegure de que você não tem nenhuma questão que te impeça de usar os ingredientes e lembre-se que é mais recomendado tomar o chá depois de 40 semanas de gestação ou durante o trabalho de parto.
 
Aqueça quase em ponto de fervura 1 litro de água e adicione os seguintes ingredientes, deixando abafar por 15 minutos: 
 
• Um bom pedaço de chocolate, preferencialmente meio-amargo ou amargo, o mais puro possível.
• 2 a 3 paus de canela-da-china.
• 5 a 10 bolinhas de pimenta preta/do reino inteiras, sem estarem moídas.
• 3 folhas de abacate, secas ou frescas.
• 1 a 2 raminhos de alecrim, de preferência fresco, mas pode ser seco.
• Açúcar mascavo ou mel à gosto antes de beber.
 
Ingredientes opcionais para melhorar o efeito das contrações:
• Fatias de gengibre fresco.
• 1 a 2 colheres de chá de pimentão vermelho/páprica em pó.
• 1/2 colher de chá de orégano, manjericão e tomilho.
• 6 a 8 folhas frescas (ou secas) de zoapatle (Montanoa tomentosa).
• 1 colher de tintura de zoapatle no conhaque.
 
Variação da receita:
– 500 ml de água filtrada bem quente, quase em ponto de fervura; 
– 1 colher de sopa de folha seca de abacate;
– 1 colher de sopa de arruda seca;
– 1 colher de sopa de alecrim;
– 2 colheres se sopa de jasmim ou páprica doce;
– 10 bolinhas de pimenta preta (do reino);
– 1 colher de sopa de orégano;
– 1 colher de sopa de manjericão;
– 1 colher de sopa de tomilho;
– 1 colher de sopa de gengibre em pó, ou fresco (ralado);
– 1 colher de canela-em-pó; 
– 3 colheres de cacau em pó de boa qualidade.
Modo de fazer: 
Em um recipiente que não seja de alumínio, junte todos os ingredientes com a água quente. Abafe por 15 minutos, Não use microondas nem chaleira elétrica para aquecer a água; prefira um recipiente de vidro. 
 
Tome ainda quente. Aproveite esse calorzinho gostoso no seu ventre para se conectar com seu/sua bebê, com o processo de parir, com a força das suas entranhas e a sabedoria das suas ancestrais. Escute seu corpo, suas emoções, observe como você responde às ervas do chá, como o útero vai se contraindo e trabalhando para trazer nova vida ao mundo.
Se ainda não tiver entrado em trabalho de parto e estiver com 40 semanas de gestação ou mais, poderá tomar diariamente, uma xícara por dia. Durante o TP, basta tomar uma vez, principalmente quando precisar de mais energia ou as contrações estiverem estagnadas. 
 
Bom parto! 
 
Perguntas recorrentes:
 
O chá Mexicano tem contra indicação?
Os componentes do chá como o gengibre e a canela aceleram os batimentos cardíacos e elevam a pressão arterial, se você tem algum problema com elevação da pressão, consulte seu médico antes de consumir.
 
O chá pode ser tomado de um dia para o outro?
Não. O chá precisa ser tomado logo após a decocção, não pode ser reaproveitado.
 
À partir de quantas semanas eu posso começar a tomar o chá Mexicano?
O mais recomendado é tomar à partir de 37 semanas por não haver mais perigo de um parto prematuro. Lembrando que a dosagem não deve ultrapassar de 250 ml ao dia.   
Atenção:
Na gravidez – em todas as fases – e na amamentação não use as ervas, café, cacau sem a consulta com um terapeuta ou médico experiente nestes assuntos. Muitas ervas e supraalimentos tem contra indicações de uso e ou de quantidade. Nos primeiros três meses o cuidado é triplicado. Consulte um profissional de saúde especializado para poder consumir.